Compras em Gramado e Canela

Gramado 381

Eu não sei porque me meti a escrever um post sobre compras em Gramado e Canela, afinal, eu e as compras não temos uma relação de tanta afinidade. Mas é que, pra muita gente, quando se fala em ir para Gramado se pensa logo nos produtos em couro, nos chocolates e vinhos da região. Por isso achei que devia deixar aqui o meu registro, apesar de não ter muito gabarito pra falar sobre o assunto. 😛

Compras em Gramado_Passeando4

De cara, digo logo que não achei nada vantajoso em termos de preço. Eu sei que a época também não ajudou muito, afinal, dezembro com Natal Luz é um bom motivo para os lojistas colocarem os preços lá em cima. O máximo que vi de barato foi uma loja que tinha na Av. Borges de Medeiros vendendo três sapatilhas a R$ 99. Realmente o preço tava bom, mas quando cheguei perto não vi nada que me agradasse. Mas, enfim, gosto é que nem…, né?!

Outra coisa: quando se viaja a Gramado com os pacotes de agências de turismo, eles sempre te levam a algum lugar onde você possa deixar uns reais. E eles, claro, ganham uma comissão em cima disso. Pela experiência que tive, aconselho: não acredite sempre nas conversas moles dos guias de que o preço é fabuloso, viu?! Pelo que pesquisei, muitas lojas têm preços péssimos!

O Tour de Compras em Gramado e Canela

Num dos dias de viagem caiu um temporal de acabar o mundo. Era chuva com raio, trovão, o djabo a quatro. Se fosse aqui, meu Deus, Recife tinha ido embora pelo bueiro. Esse era o dia também de um passeio “cortesia”, o tour de compras, que iria nos levar a uma fábrica de cristais que usa a técnica de Murano; loja de artigos de couro; loja de artigos esportivos e a uma fábrica de chocolate. A tarde seria reservada para conhecer a cidade de Nova Petrópolis. Como a gente se interessou pela parte da tarde e o tempo tava ruim, resolvemos fazer o passeio.

Deixo aqui minhas impressões, mas aviso que são bem particulares, tá?! Se vocês têm outro perfil e gostam de comprar, vão em frente…

1. Na Fábrica de Cristais de Gramado, a apresentação e demonstração do processo de fabricação é legalzinha, mas eu não tive vontade de comprar nada. Além de tudo ser muito caro, era também muito feio. #prontofalei;

compras em Gramado_PAsseando2

2. A loja de artigos em couro que a gente foi, a Black Bull, tem umas coisas legais, mas tudo uzói da cara. Deus me livre!

3. A pior experiência da minha vida em termos de compras foi na megastore OUNO (Zerouno). Logo que você entra tem uma fila organizada de vendedores te esperando pra dar o bote. Me senti no meio de um corredor polonês, tava quase me protegendo com os braços, esperando o ataque. A vendedora chega e gruda como quando a gente pisa num chiclete. Puts, que coisa chata! E detalhe: o preço não tem nada demais! Fiz uma pesquisa rápida ali mesmo pelo celular e comprovei que era mais cômodo e mais barato comprar coisa em qualquer loja de shopping por aqui em Recife.

4. Já a visita à Fábrica de Chocolate, que nesse dia foi a da Lugano, vale a pena. Não pelo preço, mas porque o chocolate é uma delícia e é deles MESMO! Por aquelas bandas tem um monte de loja que vende chocolate mais barato dizendo que é fabricação própria sem ser. Tudo barra de Nestlé ou Garoto derretidas. Se ligue!

compras em gramado_Passeando3

Ah, se você fizer o tour dos vinhos e das uvas, que vai para a Maria Fumaça, certamente vai parar na Fábrica da Tramontina, na cidade de Carlos Barbosa. Lá tem uma super loja da marca, mas também não achei que valia a pena perder tempo por lá, já que os preços são mesmos de qualquer lugar que venda esses produtos. Maaaas… ali do lado da fábrica tem uma lojinha INCRÍVEL chamada Fetina di Formaggio! Não deixe de ir lá. Primeiro porque o cara que faz a degustação dos queijos é uma figuraça com ar de doido, engraçadíssimo e, segundo, que os queijos são absuuurdos de bons! Aí sim compramos alguma coisa. Pode gastar sem medo que não vai se arrepender. 😉

Compras em Gramado_Passeando1

Resumindo: não acho que Gramado é lugar para comprar. Se quiser de todo jeito gastar dinheiro em compras, vá a alguma cidade vizinha, como Nova Petrópolis. Eu preferi economizar nesse quesito para gastar nos passeios e nos restaurantes. Porque ali é lugar de comer bem, viu?!

Share Button

Deixe uma resposta